terça-feira, 10 de abril de 2012

Tá com sede? Então beba da privada

Essa é a proposta de pesquisadores da Universidade de Manchester, em um projeto de pesquisa financiado por Bill Gates, que já doou $100.000. Apesar de uma ideia maluca, é factível. Com o emprego de nanotecnologia, será possível realizar uma mistura de nanopartículas de metais com bactérias, para obter energia do processo resultante: além de água final do processo ser potável, é gerada uma quantidade considerada de hidrogênio, um combustível importante utilizada na área espacial, por exemplo.













Se a moça da foto e coordenadora do projeto, Sarah Haigh, e sua equipe obtiverem resultados animadores, Bill Gates doará mais 1 milhão de dólares para que a pesquisa possa alcançar lugares do mundo onde água potável é um recurso restrito. Interessante. Vai um gole?















Fonte e crédito das imagens: Galileu e DailyMail.

Nenhum comentário:

Postar um comentário